Trintão

Questionamentos masculinos sobre a chegada dos Anos Balzac!;Quando a vida passa a ser uma contagem regressiva ! De volta aos 18! Quando a gente tem dezessete anos tudo que a gente quer é ter dezoito logo.

A gente quer dirigir, quer que as meninas nos vejam como homens, que possamos encher a boca pra falar maioridade pronunciando bem cada fonema. A partir daí nós curtimos a maioridade até os 29, quando tudo o que queremos é que não nos lembrem que vamos fazer trinta.

O natural é que todo homem prove um certo temor quanto a trigésima primavera. É um medo incoerente, tipo achar que o mocinho vai se dar mal num desenho da Disney. Isso é teoricamente impossível.  Mas mesmo assim rola aquele friozinho no final da espinha que desmoraliza qualquer cidadão.

As lendas que rolam sobre a fase dos trinta são as piores: você vai querer provar pra si mesmo o quanto é jovem e viril e vai ficar descontrol tentando levar menininhas pra cama e impressioná-las. E para isso vai se submeter a atitudes estapafúrdias tipo dançar macarena ou destilar comentários indecorosos para as amiguinhas das filhas das suas amigas quando elas pedirem um tapa do seu baseado numa festa.  Realmente já tive o desprazer de presenciar coisas assim. E daí pra baixo…

Apesar de saber disso, sempre tive fantasias em ser um homem de trinta. As meninas costumam comentar que o auge de um homem é aos trinta e dois anos. É um comentário estimulante, mesmo que venha de um uma espécie que pode esquecer de sair com a cabeça, mas não sai sem bolsa, mesmo que esteja vazia.

Pode soar meio que como um consolo, mas é maneiro se imaginar um homem de trinta. Você já não um moleque, imaturo e bocó.Você já está assentado, se sente meio doutor das paradas e tem uma serenidade charmosa.  E se aos trinta você se sente velho, aos trinta e dois você se sente novo. As pessoas falam Você já tá com trinta? e depois falam Você só tem trinta e dois?

Mas e depois dos trinta e dois?  O que nos aguarda?  Matrimônio, filhos, barriga? E o pior, a mais temida situação que um homem pode passar: o exame de próstata! Bom eu sigo tranqüilo, pois acho que já passei pelo momento mais drástico da minha geração. Algo do qual meus filhos serão poupados e que heroicamente supero com uma coragem que não supunha possuir: o revival dos anos 80. O futuro, agora, me parece um lugar bem mais bonito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s