A difícil arte da pretendência

Não sabe como chegar naquele pretê? Com o tempo piora! Pretendência é uma coisa complicada. Mas em certas épocas da vida pode ficar mais complicada ainda. E não pense que essa época é a adolescência. Paquerar na adolescência pode ser bem difícil, ainda mais se você é uma garota tímida. Mas nada se compara a pretender alguém depois de velha. Velha é modo de dizer, tá? Porque quando você está chegando perto de completar 30 anos, ou acabou de fazer 30, ou tem trinta e poucos, se sente meio velha (apesar de não ser). E até perde a mão quando vai paquerar.

Vocês lembram de quando a gente pedia pra uma amiga avisar pra outro amigo que a gente estava a fim dele? Ou quando um cara do colégio chegava falando que o amigo estava a fim de conhecer a gente? É óbvio que a gente achava tudo ridículo, ficava em pânico, com a cara vermelha e quase nunca dava certo. Agora sentimos uma certa nostalgia dessa época, percebendo que as coisas eram bem mais fáceis.

Depois de alguns anos, desenvolvemos várias técnicas de pretendências totalmente furadas:

bilhetes anônimos
mails descontrols
convites banderosos
conversinhas bobas
blind dates roubadas

Achamos que somos garotas calientes só porque conseguimos conquistar algum pretê usando um bilhetinho assanhado ou chamando o moço para tomar uma cerveja. Pensamos que somos mestras da sedução quando temos coragem de mandar um e-mail mais quente e ele corresponde.

E aí, um belo dia, travamos! Pensamos assim: Eu não vou fazer isso! Que coisa mais ridícula! O cara vai pensar que eu sou uma velha tarada! Ainda mais se o alvo da sua pretendência for mais novo do que você. E imagina que ridículo pedir pra o seu amigo fazer uma cupidagem! Parece que a idade traz de volta todas as amarras do nosso superego, que tínhamos perdido quando mais nova.

Quem acabou de separar (de um casamento ou de um namoro longo) sabe exatamente do que eu estou falando. A pessoa fica um tempo sem exercer a arte da pretendência e quando volta à luta, fica meio desloquê. Sem saber o que fazer quando um cara chega pra jogar um xaveco no meio de uma boite. E só consegue falar:Dá licença que eu estou conversando com as minhas amigas! E mesmo que o rapaz fosse um bolha, você vai se sentir a mulher menos sexy do mundo, que não consegue nem manter uma conversa pré-pretendência com um passante.

E o que fazer para pretender rapazes normalmente, sem recorrer a chats nas salas de pessoas de 30 a 40? Não sei, queridas. Talvez tentar pretender rapazes do seu círculo de amizade. Ou do círculo de suas amigas. Afinal, isso fica mais fácil. Ou não. Se você tem alguma sugestão, escreve um mail. Prometo que publico as melhores sugestões. Até lá, continuem dançando possuídas na pista. Causa uma boa impressão. Em qualquer idade.

Nicolas Cage, que, claro, devem aceitar. A outra boa notícia é que seu outro projeto é fazer uma versão do Pinóquio, sim, aquele do Gepeto!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s