E aí, tá namorando?

O que fazer quando você entra em depressão depois de responder que NÃO!Você está namorando?
Não importa se quem fez a pergunta foi a sua tia, prima de terceiro grau ou secretária do escritório e você acha essa pessoa CARETA, DESPREZÍVEL ou HORRÍVEL. Se você está sem namorado e um pouco carente, essa pergunta provoca em você um verdadeiro surto e baixa de auto-estima aguda. E como se sair bem dessa situação?  Diga um Ah não…  simpático e mude de assunto. Puxe um tema que seja obviamente mais importante, como a Questão Palestina. É óbvio que, no fundo, você não acha realmente que a guerra que acontece no Oriente Médio seja mais importante do que a sua falta de namorado. De uma maneira individualista, claro. Mas o assunto NAMORADO será tirado de pauta, claro. Se você tiver sorte. Porque tem um tipo de gente que é capaz de emendar uma resposta como É, essa guerra é horrível mesmo… Mas e aquele rapaz tão bonzinho que você namorava?
O problema não é responder a esta pergunta. Mesmo porque, se formos mulheres superiores, temos que nos convencer que a opinião dos outros sobre a nossa vida realmente não é importante. (Apesar de nos preocuparmos com isso compulsivamente, uma fraqueza, claro!). O problema é fazer com que a pergunta VOCÊ ESTÁ NAMORANDO? não provoque uma crise interna horrível e faça você se sentir uma pária do mundo. Uma pessoa solitária que fica vendo Friends sozinha enquanto o resto do mundo se diverte em seus leitos amorosos.  CALMAAAAA!!!!
Não entre em pânico ou depressão. Não que você não tenha motivos para isso. Simplesmente porque.. de que adiantaria?
Também não coloque outros problemas no pacote como: eu não tenho namorados e não tenho filhos, nem casa própria, nem patins de botas. Um problema de cada vez. Lembre-se das coisas que você tem. Três fofoletes. Um cérebro. Um milhão de amigos pra bem mais forte poder cantar.
Aquela frase batida, será que o problema é comigo? , acaba de ganhar resposta. E os universitários é que respondem: SIM, O PROBLEMA É COM VOCÊ. Dói, mas é a real. Nunca culpe o mundo cruel para a falta de namorado, não culpe a quantidade de gays e canalhas sob solo terrestre (se você é da raça das minhocas ou mora no metrô) ou sobre o solo terrestre.  Tenho uma amiga que, de terça para cá, foi pedida DUAS vezes em namoro. Sim, e em uma delas foi uma pergunta formal, do estilo: quer namorar comigo. E ela não está namorando! Tudo bem, eu também não namoraria com os dois pretendentes da moça… E é por isso que eu também não estou namorando!
Uma boa levantada de auto-estima pode ser feita com aquele tour básico: depilação, manicure, spa do pé, massagem, salão de beleza, shopping.
Não se abata ainda mais quando descobrir que até mesmo pessoas feias, chatas e com mau hálito do seu trabalho são casadas. Lembre-se que elas também podem ser casadas com sua alma gêmeas, que também são feias, chatas e têm mau hálito.
Desista de ver os pontos positivos de se estar sozinha, tipo não ter discussão de relacionamento e não ter que dar satisfações para a outra pessoa. No fundo, você deve até sentir falta de uma boa briga, não é?! E de dar satisfações. Para que se enganar?!
Faça aquela velha lista de rapazes com os quais você poderia namorar facilmente SE QUISESSE.
E uma outra lista: rapazes para os quais você poderia DAR facilmente SE QUISESSE.
Por fim, assim como só é gordo quem quer, também só desencalha quem quer. Não se faça de vítima.
E na sua próxima reunião familiar, leve o seu vibrador para comemorar bodas de ouro da sua tia-avó! Seus parentes vão adorar conhecê-lo e ele não vai dar nenhuma gafe falando o que não deve!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s