Será que ele é viado?!

Atitudes másculas que nos igualam ao Didi Mocó. Com todo respeito!Na semana passada eu comentava como nós homens crescemos simplesmente aceitando ensinamentos e fundamentos absolutamente surreais que são passados de geração pra geração sem nos questionar muito.  Tipo, o que tem exatamente de elegante numa gravata??? Afinal, a gravata é padrão absoluto de elegância consagrado em praticamante todas as civilizações e praticamante obrigatório em alguns rituais ocidentais. Mas quem foi o ser desnaturado, biltre, pulsilânime e infeliz que um dia elegeu a gravata como símbolo de elegância??? Com certeza, não alguém que um dia teria que se submeter a essa tortura facista, essa sodomia social, a usar um pedaço de seda hexagonal com estampas bisonhas que se sustenta apertando seu gogó e daí desce até seu umbigo balançando como se fosse uma seta nada discreta  indicando a sua genitália. Eu imagino que se uma gravata falasse ela diria: Olá garota. Esse aqui que eu estou enforcando é o Ubirajara e esse aqui em baixo é o pau do Ubirajara. Que coisa constrangedora. Quando eu coloco uma gravata eu me sinto igual ao Didi Mocó e ninguém me tira da cabeça que isso é parte de uma estratégia do movimento Womens Lib para desmoralizar a casta masculina!
Mas não viemos aqui pra falar de gravatas. Isso foi mas pra introduzir uma das questões que as vezes vem a tona e eu simplesmente não consigo responder. Por exemplo: sua mulher fala que o Paulo Zulu ou que o Gianechinni é um pão. Você, cumprindo seu papel social de homem vai e fala que ele é viado, mesmo sabendo que ele não é. Aí fica aquela amável troca de argumentos, com ela dizendo que todo homem fala que o outro é viado e você testando todos os argumentos disponíveis ao seu alcance. Até que você perde a paciência e apela Eu sei porque o fulano disse que já comeu!. Aí ela fala: então ele também é.  Aí você fala automaticamente mas quem deu foi ele e a sua mulher retruca mas quem come também é viado! e você só responde que não, que isso não existe…mas não sabe porque. Você até desanima de defender sua classe e pensa eu sei que não faz sentido, mas foi o que eu aprendi desde pequeno. Quem é ela pra retrucar um fundamento tão milenar da cultura masculina???
Antes de abordar essa periclitância aguda no quesito heterosocial, conversei com um de meu coraboleitor só pra testar minha teoria e ele disse …porque se você for pensar bem, macho é quem dá, não quem mete! Bom, isso também fez sentido. Mas cada um fala uma coisa e tem que se colocar ordem no tribunal. Uma vez a casseta e planeta levou isso ao extremo num show em que, em certa parte, virava a Real Academia da Sacanagem.  Ali, levantavam questões palpitantes tipo : Uma mulher que muda de sexo e vira homem e implanta um pau de outro homem e chupa esse pau implantado  que agora é seu, é viado porque está chupando um pau, e que não é seu ou está apenas se masturbando, portanto é homem?    só que por trás (opa!) daquela zoação,”
estava um sério debate com proporções perigosíssimas e que ameaçam a paz no mundo livre s.a.. Nenhum homem está livre de se sentir desconcertado em ter pra responder essas perguntas.
Então vamos a um mea culpa rápido: eu não sei porque as coisas são assim, mas tentar redefinir esses padrões seria algo desastroso. Afinal é a partir desses parâmetros, dessa constituição informal,  que nós julgamos nossas ações e reações perante o complicado mundo que nos cerca. Teria que existir um tribunal de pequenas causas… E a grana que gastaríamos em advogados…o advogado viria com aquele papo brabo , dizendo que deveríamos sempre  negar tudo, e se fazer de sonso tipo o Clinton – ah eu não sabia que sexo oral contava como relação sexual… Acho melhor deixar quieto.
Por isso, companheiro, toda vez que sua mulher disser esse Paulo zulu é um pão , diga que concorda e pronto. Mas depois dê uma coçada no saco e diga alguma coisa tipo Ih, olha o Waldomiro, do 15 de Piracicaba , apontando pra qualquer lugar pra não dar margens a erros de interpretação e desviar a atenção. E se seu filho um dia perguntar porque o passivo isso e o ativo aquilo, diga apenas No hablo, señor e prometa um Playstation 2 se ele ficar quietinho.  E bolas pra frente!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s