Quando a ex é você!

A ex namorada é um ser que odiamos, certo? Claro que não. Pense um pouco. Você também é uma ex! E tem os seus direitos!
“”Eu e minha ex, no botequim, falando sobre nossas vidas, as novas amizades, sacações, experiências, relações””
Sempre falamos mal de ex. As ex dos nossos pretês. Elas são sempre seres malvados que aparecem para provocar os nossos namorados quando eles são nossos. As coitadas são tipo as madrastas dos contos de fada da vida moderna. Mas… acontece que…. nós também somos ex! Esquecemos isso muitas vezes, mas agora eu lembrei e não pretendo esquecer nunca mais! Eu, como todo mundo, sou uma ex. E por isso talvez paraça um pouco malvada (para os olhos assustados de alguma atual).
Eu entendo a moça. Já tive muita raiva e muito ciúme de ex-namoradas e ex-mulheres de namorados meus. Hoje, vejo que fiz muito drama (n bass) desnecessário. Se você for atual de algum ex meu, por favor, leia isso com atenção. Não faça escândalo! Se um dia eu procurar o seu namorado para chorar umas pitangas, isso não vai significar que eu vou roubar o seu homem (e quem sou eu para isso?). Eu posso estar triste e com problemas graves. E se eu procurar logo o meu ex, é sinal de que ele é um cara legal. Por que você não fica feliz com isso em vez de ter raiva de mim e ciúme?
Eu sei, se eu estivesse no seu lugar em outra época da minha vida, também ia ter ciúme. Mas eu mudei. Tenho pensado muito em uma palavra ultrapassada: GENEROSIDADE! Sim, somos todos muito egoístas e muito pequenos.Eu fui uma mulher inferior muitas vezes quando tive ciúmes de exs que não iam me fazer nada de mal nem nunca tinham feito. Todo mundo tem um passado, o que é ótimo, pois senão seríamos meio retardados….
O mundo ia ser melhor se nele existisse menos ciúme e insegurança. Tá, isso está parecendo a maior caretice, mas o problema é que não é. Sim, acho que a gente devia ser meio hippie às vezes.  Estou cansada de ser moderna só porque estou, no momento, com uma saia por cima da calça. E as atitudes, heim?
São as mesmas de décadas e décadas de inferioridade e infelicidade humana. É a menina fazendo voz de choro porque você falou com o ex como se ele fosse uma pessoa normal e ele te deu um abraço, é o seu ex dizendo “”não posso falar com você agora para não despertar ciúmes”” e é você fazendo a mesma coisa vez ou outra. Chega. Acabou.
A ex não é a madrasta (inclusive porque as madrastas do século 21 são boazinhas), a atual não é uma princesa indefesa (inclusive porque vivemos em uma república) e a vida, definitivamente, não é um conto de fadas. Mas alguns sentimentos (que não querem dizer que a gente queira namorar alguém de novo ou roubar o homem da alheia) são pra sempre sim. E viva o Jupiter Maça, aquele que fez a canção tema de toda ex maravilhosa: “”Eu e minha ex””.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s