Os argentinos estão chegando!

Nosso colunista tem um surto macho de incorreção política e encarna o espírito de um astrólogo!  Vem chegando o verão. E com ele, a penca de argentinos malas que vem” impregnar nosso litoral. E pior, nossas mulheres! Tudo bem que existem exceções. Mas estes não vem pra cá. Devem evitar freqüentar o mesmo lugar que estas malas que desembocam em nossos balneários.
Eu sei que é horrível esse tipo de atitude. Ainda mais que eu tenho um
grande amigo argentino (fala Daniel). Mas não é um pré-conceito. É um
conceito mesmo, formado, testado e aprovado que nem Jontex! Tem gente que não gosta de passas no arroz. Eu não curto argentinos olhando torto pra minha mulher! Só os que forem meus amigos, mesmo assim, por não mais que 30 segundos, o tempo regulamentar permitido. Quer dizer, se tratando de um argentino, cinco tá bom…
Antes de me acusar de qualquer coisa, vou explicar minhas razões. Primeiro que isso é uma rixa histórica, que está no nosso sangue. É uma intolerância saudável, de origem pré-futebolística.  Nós homens, somos gentis com a maioria dos argentinos assim como somos  gentis com os síndicos do nossos prédios ou seja, apenas o suficiente,  para não caracterizar um desrespeito a essa tradição. A não ser que ele diga que o Pelé é melhor que o Maradona, o que é praticamente impossivel. Segundo que eles não só ficam dando em cima de qualquer vácuo entre duas pernas que respire em território brasileiro, como conseguem se dar bem muitas vezes! E isso é absolutamente rebaixante para nossa classe!
As mulheres brasileiras deveriam riscar os argentinos de sua lista de
pretendências, logo de cara, por motivos patrióticos! Mas mulher quando quer alguma coisa, é que nem água morro abaixo e fogo morro acima. Então, é um pouco demais querer isso delas. Mas uma coisa me intriga: o que uma mulher pode achar de legal num sujeito que tem o cabelo igual ao do Daniel Azulay só que mais comprido, uma nareba descomunal, usa camisetas baby looks todas esfarrapadas, sem manga de bandas velhas de rock roll tipo Rollling Stones, vem pro Brasil apenas com uma bermuda jeans esfiapada arrochada, com a qual vai todos os dias para a praia  e depois sai a noite?
Eu não sei, mas vááááárias amigas minhas devem saber, já que todas
tiveram, em algum momento,  um argentino na sua vida. Claro que os delas são sempre os maneiros. Mas, sigam o meu raciocínio: as argentinas são mulheres maravilhosas. E os argentinos irritam de tão patrióticos. Porque então eles não valorizam o produto pátrio e ficam por lá ao ives de se despencarem até aqui? Provavelmente porque todos os argentinos legais já estão dando conta de metade das mulheres legais e a outra metade, resolveu ficar com europeus de verdade, não um latino que acha que tira onda de inglês. Daí o que eles pensam? Vamos a la playa ô ô ô ô ô!
É isso aí. não temos furacões, terremotos, mas temos essa espécie de
argentinos em nosso litoral.  Temos que ter consciência para que não isso
não se torne uma ameaça de proporções catastróficas. Por isso, neste verão, pense no produto interno: não dê para um argentino! Os argentinos estão chegando!Just say No!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s