Cabelo Bozo

Verdadeiro cabelo ruim, feito por dois tufos inteligentes e com vida própria. Existem vários tipos de cabelo: enrolado, sarará, liso escorrido, em camadas. Mas existe um tipo de cabelo que ainda não foi catalogado pela Confederação Mundial dos Cabeleireiros. Os cabeleireiros simplesmente fazem vista grossa, pois nem mesmo eles sabem o que fazer com os portadores desta anomali.. digo, desse tipo de cabelo. É o cabelo tipo bozo. O meu.  Cabelo-bozo é, definitivamente, uma palavra que eu acabei de inventar. Mas se ela existisse na língua portuguesa, sei muito bem como seria seu verbete no Aurélio: ”
Cabelo-Bozo. Substantivo masculino. Diz-se do cabelo com volume, que forma dois grandes tufos laterais, assemelhando-se ao célebre palhaço.
Sentiram o drama? O meu é o cabelo tipo Bozo. Tenho lutado contra os tufos há várias décadas, sem qualquer êxito.
Os pretos (ou afro-brasileiros, se fazem questão do politicamente correto) que me perdoem. Mas o cabelo-bozo é o verdadeiro cabelo-ruim. E bota ruim nisso. Porque quem tem cabelo sarará pode optar por um afro-style, botar black-power, ter dread-lock, imitar o Bob Marley. Enquanto eu, posso no máximo imitar a Vovó Mafalda!
“Acabo recorrendo a presilhas e elásticos, os únicos artifícios que conseguem domar o tufos-bozo, deixando-o rentes ao rosto. Ou então, a lenços e fronhas que cobrem o rosto por completo. Na falta, um saco de supermercado serve! O cabelo-bozo é rebelde…. Dizem, inclusive, que os tufos chegam a ser tão inteligentes quanto os golfinhos. A comprovação: se você use uma pomada hype que seu amigo trouxe de Nova York, o tufo fica domado. Mas é só você se afastar da sua casa e o tufo ver que você não tem como voltar, que ele explode de novo, com todo seu resplendor. E você tem que ir trabalhar assim.
Outro dia tive que escutar de um colega de firma que o meu cabelo estava muito louco. Quando ele viu que eu tentava olhar para o reflexo do tufo-bozo num vidro, tentou consertar falando que estava legal.
“Para nós, habitantes da Bozolândia, não existe esse papo de acordar e sair como o cabelo está. Semana passada, eu acordei de ressaca (eu não bebo, mas tenho ressacas!) e fui para a praia, ainda sonada. Queria ir para a praia como eu vim ao mundo. Isto é, sem pentear cabelo. Fiquei olhando a cara de horror da minha irmã, que fingindo falar dela mesma, soltou a indireta: o bom é andar sempre arrumadinha. Quando fui reclamar que a culpa era do Bozo, ela começou a falar dos produtos. Sim, existem os produtos. Minha irmã, apesar de ser fotógrafa, parece uma revendedora da Tonicha – que é uma loja de produtos para salão popular aqui do Rio. Ela  vive me convencendo a usar produtos  quando reclamo do volume capilar. Suas mais novas descobertas são Viscaia – produto que “”define os cachos ou mechas e faz o cabelo pesar””, segundo ela – e o Serum frizz-ease – feito a base de silicone milagroso para amaciar seu cabelo. ”
Mas, como eu disse, o tufo é inteligente e foge do produto! Um pavor!
Acho que a única solução é eu me contentar . Aliás, se eu pintasse de vermelho acho que até poderia descolar algum emprego de Bozo-cover… E tentar a carreira de palhaça, coisa que eu já sou por natureza e falta de seriedade mesmo. E aí, ao invés de ficar com essa ladainha capilar, eu poderia estar dizendo coisas mais bacanas….
Como, por exemplo….Vai malhadinho, vai!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s