Precisamos ficar distraídas!(ou porque nós amamos a Clarice Lispector)

Uma coisa incrível acaba de acontecer. É aquilo que nós costumamos chamar de coincidências divinas. Outro dia eu abri um livro que eu tinha comprado há um tempão e não tinha lido: “”A descoberta do mundo””, da Clarice Lispector. Abri a esmo, como se fosse um Minutos de Sabedoria. E aquilo era sabedoria mesmo. Clarice era uma moça muito sábia.”
“A crônica que estava na página em que eu abri chama: “”Por não estarem distraídos””. Mudou a minha vida. Conta a história de um casal que estava muito feliz passeando juntos na rua. E eles ficam infelizes uma hora e tudo dá errado, “”porque eles não estavam mais distraídos””.
“Até que tudo se transformou em um não. Então, a grande dança dos erros. O cerimonial das palavras desacertadas… E ela vai mais longe: “”Tudo porque quiseram dar um nome. Tudo porque quiseram ser, eles que já eram.”” Na hora, peguei o telefone e li aquilo para um menino. ”
“Cheguei hoje no trabalho e a minha amiga Giu gritou: “”você já leu isso?”” E lá estava, na mão dela, a mesma crônica. É um sinal, meninas. Então, desculpa o tom pouco engraçado de hoje. Sinal a gente precisa obedecer. Então, eu queria deixar vocês com a palavra da nossa amiga Clarice mais uma vez: “”Foram então aprender que, não se estando distraído, o telefone não toca, e é preciso sair de casa para que a carta chegue, e quando o telefone finalmente toca, o deserto da espera já cortou os fios. Tudo, tudo por não estarem mais distraídos.”””
Um fim de semana distraído para todos…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s