O dilema do fim do PH

O que você faz quando acaba o último rolo de papel da sua casa?Terminar a faculdade é ótimo. Principalmente se você já está com emprego, ” dividindo apê com uma amiga, se bancando sozinha… maravilha. Você tem todas as responsabilidades da casa e cumpre seus deveres como moça responsável que é. E um belo dia você descobre o QUANTO seu nível social caiu desde que você deixou o doce conforto da casa dos seus pais.

Uma coisa é você saber que esse nível caiu. Outra é você sentir. E sentir no momento mais delicado – íntimo, talvez, eu diria. Quando você tem menos dinheiro do que tempo – ainda que seu tempo seja curto – para fazer supermercado e você chega ao cúmulo de tirar o último rolo de papel higiênico do pacote. Exatamente na semana em que você e sua amiga estão menstruadas e você tem absoluta certeza de que não há a menor possibilidade de vocês irem ao supermercado.
Você recorre a uma opção dolorida, vergonhosa, mas de extrema necessidade – levar um rolo de PH do trampo. Putz. E aí você coloca lá no banheiro, o rolo de papel higiênico branquinho, folha dupla, pontilhado, supermacio, ao lado do seu qualquer-nota folha única, embalagem com oito pelo preço de um branquinho de quatro. É humilhação demais.
Um branquinho, branquinho. O outro gelo, tipo branco-velho. Você acha que é o fundo do poço, e quando sua roommate chega em casa e você anuncia que resolveu o problema do PH, mas agora tem outro, de fundo existencial, ela responde com pouco caso: Ah, no meu escritório também é melhor que o nosso. E ela olha para o rolo que veio do seu escritório, toca com a ponta dos dedos e completa, no meu escritório é daquele melhor ainda, sabe? Que parece toalhinha?
Aaaaaah! É o fim. Você quer morrer! Você já tinha se ligado que o papel
higiênico do trabalho é muito melhor que o da sua casa, mas até aí, quando você usava um, não se lembrava do outro e vice-versa. Mas quando está um ao lado do outro, a coisa pega. Não vou nem pormenorizar a dor de quando você usa o restinho do qualquer-nota (tem que aproveitar tudo) e começa a usar o PH do trabalho.
Sem contar o desgosto maior: aquele ainda é o último rolo da casa! Você não tem mais saída. Necessariamente terá que ir ao supermercado, ou terá que passar pelo vexame de esperar todo mundo ir embora, outra vez, para pegar um rolo no banheiro. Depois de poucos dias relembrando o conforto da casa de seus pais, você voltará ao seu mundo qualquer-nota de PH oito pelo preço de quatro. Mas feliz de se bancar sozinha.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s