Fantasmas do passado não morrem

Um quase abraço pra eles!Fantasmas do passado não morrem. Inclusive porque, de algum jeito, eles já estão mortos. Tentei bala de ouro, alho, cruz, spray removedor de manchas negras do passado. E nada. Meus fantasmas ficam guardados nas casas deles. Até que um dia a gente se encontra e: ahhhh! Eles me encontram. E jogam na minha cara que o amor deu errado (será que a culpa foi minha?) pelo simples motivo deles existirem. ”
E o pior é que eu também sou fantasma. E em muitos casos eles se assustam mais comigo do que eu com eles. Mas pera aí, pô, eu sou uma fantasminha camarada!
E o fantasma que eu encontrei semana passada deu uma de fantasma malvado. Me tratou mal. Quase vexame público. E o pior é que ao ver um fantasma desses nem dá para dar um berro no meio da pista. Quer dizer, eu dei, sim, um mega berro no meio da pista. Grito de horror. Assim que ele saiu de perto. E segurei com força a mão do amigo protetor.
Mas o fantasma me assustou.
Eu sonhei com ele de noite.
“Mas acordei e era só sonho. Fantasmas já estão mortos. E, como diria Fred 04, um quase abraço pra eles!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s