Um tributo ao Morrissey

A primeira vez que o ouvi falando, ele dizia que estava miserável. Queria um emprego, tinha conseguido um emprego. Mas continuava se sentindo miserável. Depois me contou que sentia exatamente a mesma coisa que eu quando saía de casa procurando amor e não encontrava. How soon is now? ”
O disco de capa azul mudou a minha vida. Sim, eu acredito que discos mudam vidas. É por isso que mesmo com uma gripe horrível me enfiei em um shopping. Ele não falava comigo há sete anos. Ai, como seu senti saudades do Morrissey!
E como estou aliviada ao saber que ele não mudou muito. Parece um daqueles amigos que a gente fica um tempão sem ver e, quando encontra, sente alívio porque ainda falamos a mesma língua.
Eu amo o Morrissey porque ele é dramático. Ele queria morrer em um acidente de carro com a pessoa amada porque ia ser uma maneira bonita de morrer.
Eu amo o Morrissey porque ele é do bem e acredita que é preciso força para ser gentil e legal.
Eu amo. Amo o cara que disse que queria que a Margaret Tacher tivesse morrido em um acidente de carro e depois cantou que o desbocado voltava a atacar. E amei reencontra-lo e descobrir que ele continua o mesmo, político e desbocado. Saiu de casa depois de sete anos e já foi dizendo que queria que o Bush morresse, assim como o Reagan.
Abriu o disco novo dizendo que a América não era o mundo. E está me dizendo agora que não vai pedir desculpas por fazer o que faz. E por continuar sonhando com um amor platônico maluco. Eu não peço desculpas por ser apaixonada platonicamente por Morrissey.
E nem por ter comprado, com a Raq, fronhas com a sua cara quando ele viu ao Brasil.
Morrissey, eu te amo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s