A roupa de guerra

Como se vestir num num dia péssimo de trabalho. Tem dias que você acorda com ódio mortal da humanidade. E ainda tem que escolher uma roupa para ir trabalhar. Mas que modelo vestir num “”bad day day””?
– Vá como uma camiseta com dizeres punks! – diz Nina do outro lado da Dutra.
– Não, tem que ir muito glamourosa. E com maquiagem – defende minha mana Dani que está sentada na minha frente numa cantina de Copacabana.
– Então vá pelo menos com algo punk. Nem que seja uma calcinha.
No outro dia estou em frente ao armário procurando um bom modelo para enfrentar a guerra. Não tenho nenhum calcinha dos Sex Pistols, Clash ou Ramones.  Mas também não estou disposta a fazer um make. Até porque nunca usou batom no trabalho.
Resolvo ir vestida de guerreiro samurai. Na verdade, é apenas uma camisa transpassada linda que eu tenho. Mas acho que tem cara de samurai. Ninguém vai perceber a intenção, provavelmente. Talvez as pessoas pensem que eu estou apenas com um bom modelo.
Mas sozinha com meus pensamentos, eu sei: eu sou um samurai.
Pelo menos nesta quarta-feira negra.
E a guerra chegou.
P.S.: Em situações similares, um bom salto também pode funcionar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s