Querendo ficar triste

E apelando para um filme de órfão. Um romance terminou. Já estava com seus dias contados, mas sempre é ruim quando um romance termina. Mesmo quando você quer isso.” O problema é que a tristeza não veio. Quer dizer, veio uma tristezinha. Você não ficou feliz, ou chegou ao extremo de fazer uma festa três dias depois. Talvez para comemorar.
Mas não veio nenhuma lágrima!E se você é mulher, sabe que fim de namoro sem lágrimas…não existe! Pelo menos para o nosso gênero sexual.
Então você resolve que TEM que ficar triste. Pelo menos um pouquinho. Ou será que agora o seu coração realmente virou um coração de pedra? Falavam isso de você há dez anos, mas você pensava que seu coração tivesse amolecido com a idade.
Você resolve pegar um filme para aguçar sua tristeza. Um filme que sua terapeuta indicou, que conta a história de uma mãe que cuida do seu filho sozinha. Com certeza, isso vai deixar você muito triste. E realmente você fica. A mulher tem um filho surdo, que não tem pai, e ela escreve cartas fingindo que é o pai. E o menino acredita!
Isso foi demais pra você! Você pára o filme no meio. Não dá pra ver filme de mãe solteira com filho surdo. Você conseguiu: ficou triste. Pensou que a vida de uma mãe solteira com o filho surdo deve ser terrrível. E acabar um romance também é terrível. E as vítimas do Tsunami, os atentados em Bagda…
Mas daí você pensa: eu não quero sofrer. Não estou com disponibilidade emocional para isso. Esse ano já sofri minha cota para os próximos 10 anos.
Resolve não ver o fim do filme e vai dormir. Sem ao menos derramar uma lágrima. E decide: sofrer por amor, só daqui a muito tempo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s