A patrulha do leite

Quando o seu peito vira domínio público
O aleitamento materno é muito importante. Bebês que mamam não ficam doentes, as campanhas propagam. As mães devem amamentar até a criança completar dois anos, diz o governo. E dá-lhe peito!
Mas amamentar não é aquela coisa divina que dizem. No começo dói pra caramba. O seu bico do peito fica em carne viva. E geralmente o bebê não consegue mamar, então vira uma luta maluca, entre ele e o seu peito. No hospital, de 10 em 10 minutos entra uma enfermeira para te ensinar a amamentar. E aperta o seu peito. Ele se torna um bem público, a partir desse momento.
E quando o seu bebê começa a mamar, todos começam a opinar como você deve fazer isso. Dê quando ele chorar. De 3 em 3 horas. Uma vez em cada peito. Só em um peito. De cabeça pra baixo. Comendo canjica. Bem relaxada. Todos, inclusive quem nunca teve filho, têm uma opinião formada sobre o aleitamento materno. É a patrulha do leite.
Na sua própria casa tem um dos líderes mais fortes da patrulha do leite, o pai da criança. Geralmente eles são totalmente a favor de você amamentar a todo instante. De madrugada. De manhã bem cedo. Em qualquer momento. E se eles não acordam para ajudar, ora, eles não podem amamentar! Por isso, preferem continuar dormindo, enquanto você é sugada por 40 minutos.
Mas a patrulha do leite fica atiçada quando você volta a trabalhar. Eles querem, porque querem, que você deixe leite materno ordenhado para o seu bebê. Só que tirar leite do peito com uma bombinha é uma coisa praticamente impossível. Pelo menos pra mim. Mas a patrulha acha que você está com preguiça e que não se esforçou muito.
E quando você dá um mamadeirão de leite em pó que o seu filho toma feliz, bem, você é um pouco recriminada. Mas ele já está grandão, gordão, quase 6 meses. Mas amamentar é importante, falam. Assim seu leite vai secar, afirmam. E no seu íntimo, você quer mesmo é parar de amamentar. Mas a patrulha fica em cima. E você fica com pena dele. Acha que ele pode ficar com traumas.
E dá-lhe peito! E haja soutien com sustentação depois.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s