O primeiro fim de semana longe do bebê

E o impacto do berço vazio. Finalmente chegou o dia. O bebê vai ficar um fim de semana longe de você. Vai na sexta e volta no domingo. Exatamente como você, filha de pais separados, fazia quando era pequena. Arrumava a malinha vermelha na sexta à noite e ia pra casa do pai. E voltava no domingo, na hora do Fantástico.”
Só que agora você tem que arrumar a malinha vermelha para o seu bebê! O seu filhinho, que nunca, em sete meses, passou um dia longe de você. Quer dizer, se você contar a gravidez, um ano e quatro meses. Afinal, quando você tava grávida, ele ficava dentro de você!
Depois de empacotar cinco malas, você acha que está bom de bagagem. Faz um relatório dos horários, bota todos os remédios, brinquedos…e chega a hora fatídica. De despachar o bebê para a casa do pai! Você quase entra em pânico e fica se despedindo como se fosse pra guerra! E depois que ele vai, fica olhando o berço vazio!
Mas aí você lembra que tem duas festas. Cerveja na geladeira. Pode ouvir som alto. E sair sem ter hora pra voltar. Dormir sem ter hora pra acordar. E depois de ligar duas vezes pra ele, você descobre que ele já está dormindo. Nem chorou. Provavelmente nem sentiu sua falta, o pequeno ingrato!
E no domingo, você que tinha pensado em fazer uma programação intensa, de repente, sente vontade de arrumar a casa e ir ao supermercado, antes dele chegar. E não vê a hora de ter hora pra acordar e ter que sair e voltar cedo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s