Cem chibatadas por sexo casual

A paranóia mais estúpida que acomete as mulheres com culpa. A paranóia da gravidez indesejada é inversamente proporcional ao nível do seu relacionamento com o suposto pai da criança. Ou seja: se você beijar um passante na rua pode começar a achar que está esperando um filho dele. Isso é chamado – tecnicamente – de culpa ou repressão. E, claro, no fundo você sabe que ninguém fica grávida só de beijar um passante. Afinal, existem apenas três meios de engravidar: participando de sexo com penetração, pagando os tubos para um médico famoso fazer inseminação artifical  ou, então,  fazendo xixi em banheiros de rodoviárias.
Por isso, mesmo que você beije um desconhecido, mesmo que você deseje isso loucamente, você sabe que não vai ficar grávida. A não ser que frequente piscinas de clubes. O mesmo não acontece, no enquanto, quando você faz sexo com passantes ou semi-passantes. Aí, mesmo que você use métodos de evitar bebês, algo pode dar errado. E você pode emprenhar.
O que vem a ser um semi-passante: um passante que, de tanto passar, você começa a cumprimentar. Ou seja: vocês não são amigos, sequer foram apresentados, mas todos seus amigos conhecem o sujeito. Você tem uma vaga noção do que ele faz – por exemplo, ele é do ramo da hotelaria. E você sabe o seu nome. E só.
Mas quando você faz sexo com um semi-passante e nunca mais vê o sujeito, um estranho fenômeno acontece – isso, claro, se você é paranóica, reprimida, sofre de culpa cristã, é libertária só da boca para fora e seu relógio biológico está louco: você começa a achar que pode estar grávida. Pensamento idiota que pode se agravar se você não tem idéia de quando ficou menstruada. Você não faz a menor idéia porque, nos últimos anos, ficar grávida não era um problema.
“E daí você começa a achar que está esperando um filho de um semi-passante – tudo bem que ele era lindo, um milhão de vezes mais incrível  que seu ex-namorado que tinha medo de bebês. Mas o que você vai dizer aos seus parentes? Que o pai é “”um tal de Oswaldo””? Que talvez ele trabalhe com turismo, você não sabe ao certo? Mas que, pelo menos, a criança vai ser bonita?
Sim, você fez sexo seguro. Mas existe sempre aquela margem de insegurança. Existem camisinhas com furos microscópicos, diz a lenda. E existe a culpa. Cem chibatadas por dar para um semi-passante. Depois o surto passa porque, claro, a sua menstruação chega sem problemas. Alívio. E uma nova descoberta: sexo seguro pode ser seguro. Mesmo que ele seja praticado com um desconhecido bonitinho! E que passem mais passantes!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s