O último bastião se rendeu à terapia!

E ouviu coisas que nunca antes foram ditas” Nunca acreditei em terapia. Pra falar a verdade, sempre odiei terapia. Psicólogos, psiquiatras, terapia ocupacional e afins. Tudo culpa de um grande trauma de adolescência, envolvendo uma psicóloga do colégio, que me chamava toda semana para a sala do SOE (alguma coisa como serviço de orientação educacional).
Por conta disso, sempre fui alvo de preconceito. Meus amigos analisados não acreditavam que eu nunca tivesse feito terapia. Como assim?! Mas você tem que fazer! Como assim, tenho que fazer?! Será que eu tenho algum problema grave?!
Terapia não é só pra quem tem problemas graves, me explicavam. Serve para o auto-conhecimento. Sim, eu mesma tinha preconceito. Quem faz terapia muitas vezes por semana durante muitos anos deve ter algum problema grave, pensava eu. E eu não queria investir muito dinheiro nisso. Preferia comprar discos e sair à noite.
Até que o pediatra do bebê sugeriu que eu fizesse terapia. De casal. Com o pai do bebê. Quando o pediatra do seu filho te recomenda terapia…bem, você realmente deve estar com um problema grave! E deve ir correndo procurar ajuda.
Mas a ajuda era caríssima. Impossível de pagar. Daí eu fui fazer a grande cotação dos terapeutas. Obviamente que isso não deve ser o fator fundamental na hora da escolha de uma pessoa que vai tratar da sua cabeça, mas eu não posso pagar R$250,00 a hora. Nem que eu tivesse lelé da cuca.
E o último bastião se rendeu à terapia. De casal. Mas é terapia. Que se transformou em terapia individual, já que a outra parte do casal tinha outras prioridades na vida.
E eu achei estranho. Bem estranho. Falar, falar e ouvir verdades de uma desconhecida. Quase como se eu tivesse conversando com uma amiga, só que pagando e ouvindo umas boas verdades que nenhuma delas teve coragem de me dizer. Sempre que eu estou indo pra lá penso em desistir e ir beber uma cerveja. E lembro que se tivesse ouvido algumas verdades antes…talvez não estivesse fazendo terapia de casal. Sozinha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s