A etiqueta do pau

Se falamos sobre tamanhos? Claro! Mas só sobre alguns…Os homens têm uma idéia péssima sobre o comportamento feminino. E sim, o 02 Neurônio é um pouco responsável por isso. Eles acham que só porque somos desbocadas e falamos sobre sexo, isso significa que nós falamos tudo.
Nós não falamos tudo.
Funciona mais ou menos assim. Se um passante é babaca com a gente… Falamos. Não é que a gente saia gritando no meio da rua. Falamos para as nossas amigas. Como desabafo e também pra proteger outras mulheres de cair na mesma roubada.
Por ser babaca, entenda tratar a gente como galinha, só porque sim, garotas fazem sexo casual sem culpa. Existem mil maneiras de ser babaca e isso será um outro texto escrito em um outro dia.
O que eles não sabem é que respeitamos o pau querido. Como assim, pau querido? Pau querido é o pau do pretê que a gente tá namorando, ou ficando, ou interessada, ou o pau de um amigo.
“Bem, ás vezes a gente fala sobre o pau de um amigo. Ainda mais quando ele é gigante e vira tipo uma obcessão (não, não de transa, mas de falar mesmo). Uma amiga uma vez me fez prometer: “”Nina, prometa que a gente nunca mais vai falar sobre o pau do Renato””. Não cumprimos.”
Agora, não falamos sobre o pau que temos em mãos (literalmente). Quando percebemos que vamos namorar o cara, até negamos informação.
A mala é boa?, pergunta o amigo.
Eu não vou responder.
“Sobre pau querido a gente não fala. Nada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s