Eu quase estive no atentado de Londres

Um relato dramático
Sempre fiquei imaginando como se sentiriam aquelas pessoas que quase morreram em tragédias. Aquelas, que sempre aparecem depois no jornal, dizendo que iam pegar o vôo que explodiu, mas que no último momento mudaram de idéia. Que tinham uma reunião no World Trade Center no dia 11 de setembro, mas que remarcaram para o dia 12. Essas pessoas, por um atraso, uma coincidência, quase morreram.
E eu agora posso me encaixar no rol desses sobreviventes. Forçando uma barra, lógico. Sendo muito dramática, eu posso dizer que quase estive no atentado de Londres. E poderia estar no metrô que foi atacado, na estação de Liverpool Street. Mas por um dia, eu não estava lá. Ia pra Londres a trabalho na sexta e o atentado foi na quinta. E na quarta à noite, combinava com uma das pessoas que iria viajar de passar numa feira, ao lado da tal estação bombardeada. Eu podia estar lá!
É muita pretensão da sua parte, achar que poderia morrer num atentado em Londres, disse um amigo. Mas fácil você morrer atropelada aqui. Mas eu não queria morrer no atentado em Londres! Prefiro dar o depoimento da sobrevivente que quase embarcou e por um dia de diferença não estava lá. E que ficou muito triste porque a conferência foi cancelada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s