Tentando não usar a pele dos outros

Ser vegetariana é fácil. Agora, tente parar de usar couro!!! É tudo culpa do Morrissey, mais uma vez. Sim, quem mandou ele colocar um filme da Peta, a entidade protetora dos animais, junto com o seu DVD? Heim? E quem mandou eu assistir? Quer dizer, assisti por cinco minutos. Logo estava chorando ao ver frangos serem jogados para o alto e saírem mancando, vacas levando porrada nas pernas e caindo e, o auge, um boi tendo o seu sangue tirado pela goela (não parem de ler, é chocante, mas é verdade). O amigo I., ao ver minhas lágrimas, me obrigou a desligar a TV. Mas a verdade é que mesmo ele, moço criado caçando caranguejo em Ilhéus, ficou traumatizado. Nem comeu carne naquela noite. ”
Eu sou vegetariana desde os 17 anos. Sim, é porque eu tenho pena dos bichos (e não me mandem e-mails falando que o alface também sente dor porque não é bem assim). Já ouvi todos os argumentos anti-vegetariasmo que um ser humano pode ouvir na vida e não mudei. E NÃO VOU DEIXAR DE SER VEGETARIANA DEPOIS DE VER O FILME DA PETA. MUITO PELO CONTRÁRIO.
Achei que não comer carne era pouco. Eu precisava de mais. E olhei em volta e vi algumas bolsinhas puma (três), mais uma Adidas, fora uma outra de camelô, no armário do meu quarto. Me achei hipócrita. Se eu não como carne, como posso usar couro? E aí tomei a nobre decisão de não comprar mais itens de couro (não use a pele dos outros!). Bem na semana em que decidi que precisava de uma bolsa nova.
E no mundo praticamente não existem bolsas legais que não sejam de couro. Ta, você pode achar meu drama estúpido, mas a vida é feita de pequenos draminhas estúpidos mesmo, você ainda não aprendeu?
“Voltando. Chamei um amigo para ir comigo em busca da bolsa perdida. Depois de entrar em várias lojas, dei de cara com uma (não vou fazer propaganda) que tinha várias de lona, materiais sintéticos, muitas que não eram de couro. Mas, claro, eu me apeguei por uma linda, de …..couro, não era couro sintético. Era pele de boi mesmo . Fiquei horas com a bolsa na mão, em um momento de  aquendação. Até que o amigo me interrompeu: “”você não pode ser tão fraca. A sua convicção não pode acabar tão rápido. Você vai sentir vergonha de você quando usar essa bolsa!”” Sim, o R. estava quase agressivo. E os funcionários da loja, bem, eles só queriam que eu comprasse qualquer coisa pra eles levarem uma comissãozinha.
Graças ao apelo do amigo, comprei uma bolsa de material sintético. Mas, confesso, eu não estou apegada a ela. E tudo piora quando olho para o meu tênis de material super mega moderno e percebo que ele tem detalhes de… couro. E que o único sapato de salto que eu consigo usar é de couro.
Sim, pra mim, não comer é mais fácil do que me privar de modelos. Que horror!
Sim, eu sou fútil.
Mas, sim, eu estou preocupada com os animais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s