Considerações de uma sem filho

Mas ela adora crianças!Você não tem filho. Só que você adora crianças.. E elas, que não são bobas nem nada, também gostam muito de você. Inclusive, você é tipo uma namorada serial de homens com filho. E se sai muito bem no papel. ”
Você é fofa.
Você é engraçada.
E você também é compreensiva. O que é o mínimo, ok? Você não espera menos que isso das pessoas.
Mas aí você começa a se sentir rejeitada porque não tem filhos.
Existe um hábito estranho em São Paulo. As pessoas com filho só convidam para o aniversário das crianças quem também tenha filho. Não interessa se a pessoa é amiga íntima, companheira, amiga dos filhos. O que interessa é que ela tenha filhos. Eles são capazes, pelo que eu entendi, de convidar inimigos para as festinhas, desde que ele seja um igual, ou seja, alguém que procriou.
Porque outras coisas que os narcisistas com filho acham é que quem pariu é uma espécie de pessoa melhor, menos egoísta, ou seja, alguém superior.
Além disso tudo, não contam com o fato de que muitos dos que não têm filhos querem ter!!!! Você quer ter, sim. Ainda não teve porque não deu. Mas já decidiu que terá. Nem que tenha que adotar (o que, inclusive, pode ser uma saída bem pouco narcisista pra essa coisa toda). Você quer ter filho por uma razão bem simples. Você adora crianças. E tem muita vontade de educar uma um dia. Dar um disco dos Saltimbancos, cantar música de ninar do Chico Buarque.
E quem adora criança ser considerada uma excluída porque não tem uma é, no mínimo, cruel pra caralho.
“Chocada depois de não ser convidada para festinhas de aniversário de crianças próximas, você pergunta para um pai porque isso acontece. “”Ah, é assim. A regra é essa””., ele disse. Bem, então as pessoas ainda estão seguindo regras sociais, assim., como os nossos pais (ou os pais deles, porque os meus nunca seguiram muitas não). ”
E outra, o narcismo deles é tão forte que os impede de enxergar que existe uma relação entre a criança e o adulto. Pó, as crianças são nossas amigas.!
“E você chora porque se sente excluída. Lembra que foi criada ao som dos Saltimbancos. E que o legal ali era que as crianças cantavam junto com os adultos. E que nas suas festas de aniversário havia muitos adultos sem filhos. E eles, olha só, eram mais queridos até que os pais dos seus amigos. E o seu lema sempre foi “”ao seu lado há um amigo que é preciso proteger””. Seja o amigo com filho, sem filho, dono de um gato, de um macaco, de uma galinha. ”
PS.. E os amigos gays? Eles nunca poderão dar presente para seus amiguinhos em uma festinha? Que gente careta!

PS2. Raq, Eva, Renata, Lorena,Paulas e outras pessoas que não lembrei agora, vocês NÃO SÃO ASSIM! Vocês são ótimas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s