A Grande Paranóia do Abandono

Ou O medo de perder o homem. Já repararam que a gente passa boa parte do tempo com medo de perder o homem? Ta, a gente nem é leitora da Nova, a gente é punk e feminista, mas a gente sofre, sei lá, da Grande Paranóia do Abandono, que é causada sei lá porque. Aí, quando a gente vê, está escolhendo frases e jogando poeira em baixo da cama. Tudo por medo de… perder o homem. ”
Bem, eu acho que jogar poeira em baixo da cama é uma das melhores maneiras de perder. Perder liberdade, brilho no olhar, manhãs sem angústia etc etc etc. E o que acontece? Um dia a gente pega toda a poeira acumulada e joga na cara do pretê. Agora é pra valer. Você está tomada por um sentimento de defesa que é maior que tudo. Foda-se se eu perder, você pensa.
E não se trata de disputa. Muito pelo contrário. Você cansou de brincar de quem vai ganhar, de quem tem razão, de quem é mais forte, de quem é mais fraco. E você não vai brincar de demarcar território com ninguém. Na verdade, isso é coisa de quem ainda acha que a vida é um jogo de War. E a real é que você sempre odiou War. Sempre foi mais Imagem e Ação. Nesse jogo você é boa. E olha que você nem sabe desenhar.
Perder alguém de quem se gosta é uma coisa horrorosa. Mas brincar de disputa eterna é muito cansativo. Melhor falar tudo e correr riscos. Parar o jogo. Começar outro. Medo de perder o homem? Bobagem. Eles é que deviam ter medo de nos perder. E como sempre diz a Jô, no futuro todos vão sofrer!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s