Seu cadarço está desamarrado!

Por Nina Lemos

A moça anda pela rua apressada. Quatro da tarde e ainda nem almoçou.  É cutucada por uma senhora: “seu cadarço está desamarrado!”, a tia diz, como se andar assim na rua fosse uma coisa proibida por lei. Por um minuto, a moça acha que vai apanhar da velhinha.
Um minuto depois, um ambulante passa e grita: “cadarço desamarradooo”. Como se fosse, sei lá, um crime na rua. Tipo um arrastão. Quem anda com cadarço desamarrado ameaça a ordem urbana. Os passantes acham que podem gritar com eles e cutucá-los. Tudo bem os carros avançarem o sinal! Tudo bem os cachorros fazerem cocô na rua. Tudo bem um homem passar a mão na bunda de uma mulher. Tudo isso pode! Mas cadarço desamarrado, nunca!
Parece que a única coisa realmente proibida nas ruas do Brasil tem a ver com cadarço.

E a moça nunca caiu por causa dos seus cadarços.
E tem tanta coisa mais importante na vida do que um cadarço desamarrado. Tanta coisa… Mas, só de raiva, ela pensa em nunca mais na vida amarrar um tênis. Ela, que não tem carro nem cachorro. Ela, que nem incomoda os outros.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s