A aliança

– Se usa a aliança na mão direita ou na esquerda?, pergunto pra atendente da loja Vívara, primeira loja de jóias que entrei na vida.

– Na direita, ela responde, pra logo depois falar o preço, dividido em dez leves parcelas, e depois servir uma caixinha com vários chocolates, tudo muito fino.

Saio da loja muito impressionada com os chocolatinhos e com a aliança, de ouro branco. Nunca tive jóias, quanto mais alianças. Nunca pensei em casar, quanto mais ter filho. Quanto mais casar, ter filho, separar e casar de novo, agora com direito à aliança de ouro branco da loja Vívara.

Mas a família foi contra: “Vocês estão malucos?! No centro tem alianças muito mais baratas!”. E lá vai a gente pro centro, atrás de lojas de alianças barateiras, sem chocolates finos, com a esperança de economizar um trocado pra comprar uns bem-casados. Nunca pensei em casar, quanto mais ter filho. Quanto mais casar, ter filho, separar e casar de novo, agora com direito a bens-casados enrolados em papel verde.

As alianças das lojas do Centro são beemmm mais baratas. A família tinha razão. Mas são bem mais feias e bregas. Eu não quero usar aliança brega, já que o fato da aliança em si já é de uma breguice sem tamanho. Mas entro numa loja mais simpática. E vejo um lindo anel com um solitário. Minúsculo, mas é um DIAMANTE. “Pode usar um assim como a aliança?”, pergunto pra vendedora. “Pode, lógico”, ela responde, falando o preço e as suaves parcelas, sem servir nenhum chocolatinho. Nunca pensei em casar, quanto mais ter filho. Quanto mais casar, ter filho, separar e casar de novo, agora com direito à aliança com um solitário de diamante.

E um dia, numa reunião muito chata, eu começo a reparar nas pessoas que usam alianças. Todas bregas. E todas na mão ESQUERDA! Só aí, que percebo que comprei uma aliança para a mão errada! “Não vai ter problema”, consola o futuro marido. Chegando em casa, a aliança fica larga, pois o lado direito nunca é igual ao esquerdo. Nunca pensei em casar, quanto mais ter filho. Quanto mais casar, ter filho, separar e casar de novo, agora com direito à aliança na mão errada.

(por Raq Affonso)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s