Viajar sem os filhos

Pra uma pessoa que não tira muitas férias durante o ano, duas semanas de descanso são uma espécie de benção do senhor. Uma dádiva. Ainda mais se você for fazer uma viagem. Só que quando você pensa em viajar com o filho de dois anos, um cansaço já se aproxima. Afinal, você não leva ninguém pra ajudar. E cuidar de um menino de dois anos fora de casa é uma espécie de maratona. Nada parecido com férias.

Dai você resolve viajar sem o filho. Pra fora do Brasil. E a consciência pesada bate.

Vai ser uma oportunidade única pra descansar. Mas mãe tem peso na consciência. Mesmo viajando muito com o filho. A possibilidade de fazer uma viagem sem ele, já deixa com remorso.

E na hora de fechar a mala, ele entra dentro e se fecha. Você quase desmarca.

E torce pra não morrer de saudades.

(por Raq Affonso)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s