Indústria de celebridades do demo

Vamos lá. Continuando com o assunto. Todo mundo sabe que indústria as celebridades é um horror, que vivemos a era do vazio, a cultura do espetáculo etc etc etc. Mas isso DÓI. Em uma semana:

1- Uma atriz muito famosa se recusou a me dar uma entrevista porque não gostou de uma outra que eu fiz com ela. A assessora de imprensa fez o comunicado sutilmente. Ver que essas pessoas têm algum poder (ou acham que têm) sobre mim me fez chorar (de raiva do mundo e de tristeza).

2- Esperei por uma reunião e na sala de espera vi uma revista onde a Ana Maria Braga viajava de jabá com o marido na business class.

3- Vi uns bolinhos de fotógrafos com pessoas praticamente pisoteadas no meio, até que algum amigo meu dizia: “não liga, é só a Danielle Winitis” (não sei como escreve o nome dela e também não vou checar).

4- Na entrada de um desfile muito ruim da SPFW um menino me interpelou, como se fosse caso de vida ou morte: “eu preciso muuuito entrar nesse desfile”. Não, ninguém precisa muito entrar em um defile de moda (a não ser que seja o estilista ou o namorado dele ou alguém que é escravo da moda, literalmente, no momento).

5- Eu até achava engraçado ler essas revistas de celebridades, juro. Mas agora vou largar essa droga. Não vou mais ajudar a alimentar uma indústria patética onde todas as pessoas são loiras e tem o mesmo botox na boca. E contam seus segredos mais íntimos para dar um jeito de lucrar com isso. Tô fuera.

E como diz a canção de um amigo meu: “Não vou ser página da Caras e isso é MUITO BOM.”

(Por Nina Lemos)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s