Movimento Hippie descontrol

Um dia a forceps. Sem anestesia. Há três dias eu estava na beira da praia, os peixes mordiscando a minha canela e o cabelo cheio de sal e cachinhos. “Maiô quase de criança, branca contra o céu escuro, uma tarde num ancoradouro, lambido pela água quente de um dos oceanos.”
Hoje eu ouço o barulho do ar condicionado. De volta ao escritório, começo baixar os 127 emails que estavam na caixa postal, numa conta mais ou menos assim: 98 problemas não resolvidos, 25 novos problemas e o resto de corrente para dar sorte, sem contar com a paida em power point que travou o computador.
O desespero é a primeira sensação. Depois, vários outros sentimentos merdas, inclusive a ingratidão com a própria vida que, nem sempre mas às vezes acontece, dá para ser generosa.
Há três dias os peixes mordiscavam a minha canela. E cá estou, já engatando a marcha primeira da reclamação. “Onde você esteve? Longe.” Obrigada, obrigada

(Jô Hallack)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s