A mulher telhanorte

Uma das coisas mais chatas do mundo adulto é a reforma da casa. Ou de um cômodo da casa, mais especificamente o banheiro. Um lugar que você passa pouco tempo do seu dia, mas que quando você vai ver, pode custar muito, mais muito caro.

Mas você quer uma reforma baratinha, copiada de um banheiro da revista. Nada muito caro, nenhum material nobre tipo mármore ou banheira de hidro. E quando você faz o primeiro orçamento, quase cai pra trás! Afinal, você não tinha idéia de que uma pastilha de vidro que mede 2cm X 2cm pudesse custar tão caro!

E a reforma transforma a sua vida num périplo entre Telhanorte, Casa e Construção, depósitos de material de construção e lojas de revestimentos. Você sabe o valor de vários materiais, de pedra pumex até canos de cobre. Passando por louças e metais, lavatórios e assentos de privada.

E depois de gastar alguns bons reais, você pensa que está livre desses lugares, o pedreiro dá a triste notícia: “Dona Raquel, entregaram os canos errados. Esses são os de 15cm e eu preciso dos de 22cm”. E você vai novamente para a Telhanorte, com 5 canos de cobre de 2,5m, fazer uma troca. Você virou uma mulher Telhanorte!

(por Raq Affonso)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s