As coisas mais improváveis do mundo

Tem dias que você acorda, mas na verdade devia ter ficado na cama. Geralmente um dia depois que você bebeu algumas a mais na noite anterior e tem que ir numa audiência no dia seguinte.

Não, você não cometeu nenhum crime grave, mas você vai representando sua empresa, num processo que não tem nada a ver com você. Que envolvem um programa de humor e um grupo de religiões afro. Uma coisa um tanto quanto bizarra.

E lá está você, num calor infernal quando descobre um auditório com muitos representantes das tais religiões, vulgo umbanda, candomblé e quimbanda. Todos a carater, com roupas e acessórios que você só tinha visto no terreiro.

E a sessão começa. Antes você uma sessão de macumba, com direito a atabaque e pessoas recebendo espírito. Ali, o único espírito crucificado é o seu, no papel de “a sua empresa”. Os pais de santo começam a falar mal do seu trabalho, e como a TV brasileira é preconceituosa com eles, sempre chamados de “macumbeiros”.

Você começa a passar mal. Pode ter sido a ressaca, os espíritos, a pressão, mas você não aguenta. Pede pra advogada pra ir embora, correndo das religiões afro. Mas quando os pais e as mães de santo descobrem que você está mal, todos saem dispostos a ajudá-la. Um fala: “Eu trabalho com acupuntura, deixa comigo!”.

E quando você percebe, tem um representante da religião afro fazendo acupuntura com uma caneta em você. Depois ele diagnostica: “Seu fígado está péssimo”. E te dá um passe.

Ainda bem que a promotora não viu. Poderia atrapalhar o processo. Ou não.

(Raq Affonso)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s