Jardim da felicidade

Acordei muito chateada com a queda do avião e com pena da Susan Boyle. O avião cair é uma tragédia que me encheu de pesadelos. Sempre repeti para mim mesma em momentos críticos que turbulência não derruba avião. Mas pelo jeito mentiram para mim a vida inteira. Turbulência derruba avião. Sim. Que merda. E a Susan Boyle… bem, eu nunca vi nenhum video dela nem quero ver. Acho que estão tratando uma senhorinha com problemas como uma macaca de circo. E assim que acordei li na home do UOL que ela tinha sido internada com “exaustão”. Talvez eu tenha tanta pena da Susan porque também me sinto exausta. E, como diz uma amiga sábia, também sou, em certos momentos, uma palhaça da burguesia.

Mas bem, eu estava pensando nisso tudo, com um motorista de táxi errando o caminho do estudio da rádio, até que vi uma plaquinha pobrinha, tipo aquelas “trago a pessoa amada em seis dias” em que estava escrito: “Jardim da Felicidade, lotes com luz e água encanada.”

Não anoitei o telefone. Mas naquela hora, como agora, eu só queria um lote no Jardim da Felicidade com a minha água encanada. Não precisava nem de luz.

(Nina Lemos)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s