As férias da analista

Não, elas não deviam poder sair de férias. Saco. Mas acontece. E todo mês de junho é o mês INTERNACIONAL DAS FÉRIAS DAS ANALISTAS. Quando nossas queridas avisam que só vão voltar em 20 dias, muitas vezes a sensação é de desespero, pânico. “E agora, o que eu vou fazer?”

Bem, você acaba vivendo a sua vida normalmente, não é? Inclusive porque não existe outra alternativa.

Se você é uma freudiana louca, tipo eu, vai tentar analisar seus próprios sonhos durante a ausência DELA. Também vai pensar que precisa elaborar assuntos sozinha. Sim, nós, os freudianos, usamos essas palavras pentelhas tipo “elaborar”.

Mas os 20 dias passam logo. E uma hora a analista volta. E aí vem um outro momento de angústia: a primeira seção de análise depois das férias da analista. Que medo! Que angústia! Como contar de uma vez tudo o que aconteceu nos 20 dias? E como encarar a realidade de que a gente sobreviveu? Tudo bem. Passa. Depois de 50 minutos e da frase: “estamos na hora”. Aí você levanta do divã, coloca os óculos escuros e até esquece que ELA saiu de férias. Ufa!

(Nina Lemos)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s