O poder do corretivo

Não, não, não estou falando sobre dar corretivo em homens. Isso é uma bobagem que para mim já datou faz tempo. Cada um faz o que quer. E ninguém merece corretivo. Apenas eu. Que estou pensando mesmo é no meu frasco de corrretivo da MAC. E podem gritar que eu sou fútil. FÚUUUUUTIL! Mas o que fazer depois de um dia em que se tem um ataque de choro de horas? Corretivo da MAC, essa maravilha inventada pela ciência que esconde a nossa cara de choro.

Sim, porque depois de um dia péssimo é preciso parar de chorar. Eu choro. Um monte. “Normal, você é menina”, ele diz, bêbado, do outro lado da cidade, ao fundo, barulhos de caminhões. Podia ser TPM, mas infelizmente não é. Tem dias em que a vida prática é injusta. Injustíssima. Principalmente com as pessoas que não levam muito jeito para coisas da vida prática. Pessoas que tremem quando ouvem palavras como advogado e contrato. Essa gente, quando escuta essas coisas em tom ameaçador, ou bebe, ou chora. Eu não bebo. Então, só me resta a segunda opção.

Somos uns covardes da vida prática. Sempre com medo de comprar apartamento, negociar aluguel, ganhar dinheiro, cobrar, pedir aumento. Para os que bebem, existe o engove. Para mim, meu frasquinho de corretivo da MAC, que em geral dura um ano. Isso mostra que eu choro muito, acho. Tem gente que fica anos com um potinho desses na bolsa. Mas o importante é que para mim passa. E por isso coloco o meu corretivo. Saio de casa e vou para a vida. Se existe corretivo para o coração quando ele foi machucado pela vida prática? Alguns. Mas nenhum tem efeito tão rápido quanto o que esconde os meus olhos. E é a vida. Não tem saída.

(Nina Lemos)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s