O presidente que chora

“Eu estava quase chorando de nervoso”. A frase é do presidente Luís Inácio da Silva, que mostrou ser como nós (ou a maioria de nós). Ele chora de nervoso. Que alívio para alguém que também quase chora de nervoso muitas vezes. Depois, o presidente foi lá e abriu o berreiro. Chorou de verdade. E mostrou que é um homem antigo e com classe, daqueles que andam com lenço no bolso. Para chorar.

Eu também choro. Quase todo dia. De alegria, de tristeza e de emoção. Sou passional como o Mr. President e posso, com certeza, falar frases do estilo: “se eu morrer hoje, já está bom”. Lembro que eu disse isso recentemente quando o amigo de uma banda me dedicou a minha música predileta de adolescência. Por que não diria isso se fosse presidente do Brasil e soubesse que o país ia sediar as Olimpíadas?

O choro do presidente Lula não foi forçado, não, como já estão dizendo por aí. Nem estratégico. Quem chora muito sabe que não é assim. Se eu choro no meio de uma conversa não é porque eu penso: “agora eu vou chorar e amolecer um coração”. Eu choro porque não controlo. As lágrimas vêm. Mas também sabemos engolir o choro, como o presidente disse que fez na hora do discurso. Seguramos a onda na hora de trabalhar. E depois choramos tudo depois.

Que bom a gente ter um presidente que chora. Que isso deixe os meninos mais à vontade para liberar suas lágrimas. E as meninas menos culpadas quando choram. Obrigado, Luís Inácio, por mais essa. Agora, você acaba de liberar o direito ao choro no país. Ah, conselho para o presidente: um par de óculos escuros. Ajuda.

(Nina Lemos)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s