O dia em que rasguei sua lista de exigências (ou o fim do tratamento VIP)

Algumas vezes na vida a gente se encanta loucamente por alguém (o que é ótimo). Só que algumas vezes somos meio loucos e decidimos que essa pessoa vai ter tratamento VIP na nossa vida. Claro, isso não é uma decisão consciente, mas uma coisa que acaba acontecendo. Quando percebemos, estamos tratando o sujeito, que geralmente é nosso pretê, como se fossemos assessor de celebridades e ele um famoso do porte da Madonna. Oferecemos cem toalhas brancas, comidas exóticas e tolerância total.

Se a celebridade que elegemos dá uma pisada na bola, não reclamamos. Afinal, que medo, ela pode nos demitir da vida delas! Resultado, nós socialistas da amizade, acabamos admitindo coisas que não admitiríamos de ninguém (pelo menos não sem dar uma bronca).

As celebridades do nosso coração em geral são namorados. Mas algumas vezes exs também continuam com o status. E lá vai você, responder a uma lista de exigências que ele fez para ficar na sua vida (ou foi você quem inventou). O senhor não quer ser incomodado, entendo que não atenda o telefone. O senhor estava muito sensível, entendo que tenha me colocado em uma roubada.

Até que uma hora, é claro, as coisas mudam. Você acorda da abdução e se toca que ninguém, mas ninguém nesse mundo merece tolerância total. E decide tirar a pulseira vip do braço do sujeito e rasgar a lista de exigências! Lidar com celebridades é muito complicado. E você jamais seria um um assessor de famosos. Jamais.

(nina lemos)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s