Pele de vaca

Eu estava bem feliz com a minha bolsa nova, comprada por uma pechincha. Até que minha amiga Eva disse: “é linda, mas eu não uso couro.”

Fiquei sem palavras. Eu tinha esquecido que a bolsa era de couro! E isso porque a vendedora disse: “é legal esse couro cru, né?”

Sim, eu, vegetariana desde os 17 anos, tinha comprado uma bolsa de couro.

E a Eva piorou tudo. “Eu não consigo usar casaco de couro porque parece que tem uma pele de vaca me abraçando.”

Tá, a Eva está coberta de razão. Eu não como carne desde os 17 anos, repito. Desde que ouvi o Morrissey cantar Meat is Murder. E que a morte dos animais era sem razão, e morte sem razão era assassinato. Eu acredito nisso até hoje!

Mas aí lembrei que tinha comprado a bolsa de pele de vaca crua justamente para substituir outra, de pede de vaca marrom!

Eu sou uma perua incoerente. Pronto. E Morrissey, lá de London, deve ter visto tudo e me jogado uma praga. O fecho da bolsa nova estragou no primeiro dia em que eu a usei. Sim, mas eu vou na loja trocar. E a vegetariana há quase 20 anos desfilará por aí com mais uma pele de vaca pendurada nos ombros…

(Nina Lemos)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s